Está planejando plantar pimentas em casa? Ótima ideia! Existem mais de 25 variedades disponíveis para o plantio, cada uma com sabor, aroma e nível de picância únicos. Plantar em casa pode ser uma ótima oportunidade para provar esses diferentes sabores e se apaixonar ainda mais por todas as possibilidades que esse ingrediente oferece.

Para ajudar você, preparamos 6 dicas que vão ajudar a manter sua pimenteira bonita, forte e super produtiva!

Vamos lá:

1 – Prepare o local de plantio

O local onde suas plantas irão crescer é muito importante para o sucesso do cultivo. Escolha um local ensolarado e um vaso bem drenado (veja aqui como preparar um vaso). Prefira utilizar substrato para jardinagem de boa procedência para evitar que o solo tenha resquícios de outras plantas ou insetos. O ideal é plantar inicialmente em uma sementeira e depois que as mudas atingirem 10cm de altura, transferí-las para canteiros ou vasos. O tamanho de vaso recomendado é de no mínimo 30cm de profundidade.

2 – Semeie

Pimentas não gostam de frio, por isso, deixe para realizar o semeio em uma época onde as temperaturas não caiam muito durante a noite. Para ter certeza de que está plantando no momento certo, verifique no verso da embalagem os meses indicados para a sua região. Se for plantar em sementeira, deposite 3 sementes em cada nicho, cobrindo-as suavemente com uma fina camada de substrato (as sementes não devem ficar muito fundas na terra, pois isso pode dificultar a germinação). Se você preferir plantar diretamente no vaso ou canteiro, deposite também 3 sementes em cada buraquinho e certifique-se de que eles estejam a pelo menos 30cm de distância um do outro.

3- Irrigue

Regue delicadamente com um borrifador todos os dias, de maneira que a terra fique úmida, mas não encharcada. Regar demais ou de maneira brusca é perigoso, pois pode deixar a terra muito compacta, como um tijolo, e impedir a semente de fixar raízes e crescer.

4 – Pode as primeiras flores

Pode parecer estranho, mas retirar as primeiras flores não vai causar nenhum mal para a planta, pelo contrário, vai ajudar a canalizar a energia diretamente para o seu crescimento. Dessa forma, você tende a colher pimentas maiores e em maior quantidade após a próxima floração.

5 – Mantenha a adubação

Não esqueça de nutrir as suas plantas, só assim elas terão força e energia para se desenvolverem. A adubação, quando feita corretamente, também funciona como um poderoso preventivo para doenças que possam aparecer, então é importante dar a ela a atenção necessária. Nossa orientação é que adubação seja feita com Fertigarden a cada 30 dias. Veja aqui como adubar corretamente.

6 – Colha seus frutos

Os frutos das pimentas podem ser colhidos verdes ou na sua fase madura (normalmente os frutos maduros ficam com a cor vermelha, mas também há variedades de pimentas amarelas, laranjas ou roxas). Para colher sem causar danos à planta, utilize uma tesoura de poda para cortar os cabos. Puxar os frutos com a mão pode prejudicar a sua pimenteira.

Gostou das nossas dicas?

Agora é só escolher as variedades que você quer cultivar e colocar a mão na horta! Veja aqui as opções de pimentas disponíveis para o cultivo!