Um dos grandes prazeres de quem tem uma horta em casa é colher e cozinhar os seus próprios ingredientes. Cultivando alimentos em casa você vai experimentar uma nova e fortíssima conexão com a terra e com a comida, tornando seus pratos mais significativos e com certeza muito mais saudáveis.

Por isso, a partir de agora vamos dar dicas de plantio de diversas hortaliças e frutas junto com receitas para você preparar após a colheita!

O ingrediente de hoje é o morango, que pode ser cultivado em vasos em pequenos espaços, sendo ideal para quem mora em apartamentos! Veja nossas dicas:

1. Onde plantar os morangos

O morango pode ser cultivado em vasos, floreiras, cestas ou canteiros e precisa de terra sempre úmida e bem nutrida. O ideal são vasos ou canteiros que tenham de 25cm a 30cm de profundidade, e que as plantas tenham entre elas o espaçamento de cerca de 35cm a 40cm.

2. Como cultivar

O solo mais adequado é o arenoso-argiloso, bem drenado e rico em matéria orgânica. A terra deve ser bem fértil, e para isso você pode misturar terra vegetal com um pouco de composto orgânico ou húmus de minhoca. Para manter os seus morangos sempre bem nutridos, passe Fertigarden uma vez ao mês!

Para plantar faça um buraco com mais ou menos 0,5cm de profundidade e coloque três sementes dentro. Se você optar pelo plantio de mudas, cuide para que metade do caule fique ao nível do solo. Isso evita dificuldades no nascimento de novas folhas, o que ocorre quando a cultivar é plantada muito profundamente.

3.Transplante da muda

Da base do morango saem caules rasteiros semelhantes a mini bracinhos (estolhos/ estolões), que se afastam da planta principal em busca de espaço para crescer! Quando eles encontram terra úmida enraízam e geram outra muda. Com isso você consegue multiplicar seu morangueiro rapidamente. Quando a planta começar a enraizar, você pode cortar o caule que liga à planta mãe (base) e aproveitar para ter mais um vasinho de morango!!!

As mudas praticamente não sofrem estresse no processo de transplante, mas é preciso ter cuidado ao transportá-las, as protegendo do vento e do sol. Para isso você pode transportar as mudas protegendo as raízes com sacos ou panos umedecidos.  Também é importante separar umas das outras, prestando atenção em folhas mais velhas e doentes, que devem ser removidas antes do transplante. Podas de raízes não são indicadas, pois os ferimentos facilitam a contaminação de bichinhos indesejados e doenças!

4. Cuidados

Morangos tem bom desenvolvimento em locais de clima subtropical e temperado, apreciando temperaturas entre 13ºC e 26 ºC. Por isso o ideal é que sejam cultivados a pleno sol. Eles são frágeis à exposição de ventos moderados ou intensos,  e assim como as suas flores não suportam geada, granizo e chuvas fortes. Nessas ocasiões você pode protegê-los os colocando dentro de casa ou cobrindo a planta.

É muito importante ressaltar que os morangos não devem entrar em contato direto com a terra. Inclusive, é por este motivo que eles são ótimos para serem cultivados em vasos, onde ficam com os galhos pendentes. Você também pode plantá-los dentro de sacos para cultivo, que são encontrados em agropecuárias, ou cobrindo o solo com plástico. Isto protege o morango do contato com a terra, da incidência de fungos e do acesso de plantas invasoras, evitando as impurezas que podem afetar a qualidade e reduzir o período de conservação após a colheita! Outra opção é cobrir o solo com casca de pinos, casca de arroz ou uma palha, que também impedem que os morangos encostem na terra e apodreçam.

5. Colheita

Após plantar, você poderá começar a colher seus morangos em cerca de dois meses (entre 60 e 80 dias)! Se eles demorarem mais que isto para nascer, não se preocupe, pode ser por causa do clima de sua região. A nossa dica é colher assim que eles estiverem maduros (bem vermelhos), preferencialmente em um dia quente e ensolarado, quando o calor intensifica o sabor!

6. Hora de cozinhar!

Para apreciar o sabor dos seus moranguinhos plantados em casa, aproveite esta deliciosa receita de torta de morangos com baunilha do blog Tempero Alternativo. A massa integral e o balanço perfeito entre o doçura e frescor vão garantir uma receita inesquecível para agradar toda a família!

Veja a receita completa aqui!