Você já deve ter visto falarmos de microverdes por aqui, certo? Além de serem ainda mais nutritivos do que os vegetais na fase adulta, eles podem ser facilmente produzidos em casa utilizando poucos insumos. Criamos um passo a passo para ajudar a viver a experiência do cultivo e enriquecer a alimentação com essa tendência. Vem com a gente:

  1. SEPARE OS MATERIAIS NECESSÁRIOS
    Você vai precisar de:
    // Sementes para microverdes;
    // Recipiente com furos. Você pode usar um vaso, uma jardineira ou até mesmo bandejas plásticas para pães e bolos. É só fazer furinhos para que a água das regas possa escorrer;
    // Borrifador de água;
    // Substrato (húmus, fibra de coco ou outro que seja acostumado a usar). Pode ser encontrado em agropecuárias ou lojas especializadas em cultivo de plantas. 

    1. ESCOLHA SUAS SEMENTES

    É possível produzir microverdes com a maioria dos vegetais folhosos – ou seja, aqueles cujas folhas são consumidas: alface, rúcula, repolho, couve, mostarda e agrião. Também existe a possibilidade de produzir a partir de ervas e temperos, como manjericão, cebolinha, salsa e coentro, ou de hortaliças, como beterraba, cenoura, girassol, ervilha e cebola.

    Cada tipo de microverde tem sabor, cor e textura distintos. O microverde da beterraba, por exemplo, chama muita atenção pela vermelho chamativo. Já os de mostarda e rúcula se destacam mais por seu sabor acentuado.

    Enquanto no cultivo normal utilizamos poucas sementes, na produção de microverdes vamos utilizá-las com mais densidade, pois cada pequena plantinha é uma semente que germinou e começou a se desenvolver. Para definir a quantidade de sementes ideal para você, leve em conta o tamanho do recipiente que você está utilizando.

    A ISLA Sementes fez uma seleção das cultivares mais adequadas para a produção de microverdes. Foram escolhidas as que apresentam excelente sabor, aparência diferenciada e oferecem grande adaptação à essa forma de cultivo especial. É só clicar aqui e fazer o seu pedido!

     

    1. PREPARE O RECIPIENTE

    Caso você esteja utilizando uma bandeja, coloque cerca de 1 dedo de substrato à sua escolha. É necessário que a semente receba luz e não fique obscurecida pelas bordas dos vasos, jardineiras ou qualquer outro recipiente.

     

    1. HORA DE SEMEAR


    Em seguida, espalhe uniformemente as sementes por toda a superfície do vaso, cuidando para que uma não fique em cima da outra. Você pode distribuí-las como se estivesse salpicando as sementes pelo substrato, não sendo necessário cobri-las. Em seguida, borrife água cuidadosamente até umedecer bem toda a área. 

    1. CUIDANDO DO SEU ALIMENTO


    Com a ajuda do borrifador, regue diariamente a sua produção, especialmente nos primeiros dias. Lembre-se: você quer manter o substrato sempre úmido, nunca encharcado. Deixe o recipiente em um local bem iluminado. A germinação pode acontecer entre 3 e 10 dias, dependendo da espécie. Fique atento às indicações no verso do envelope da semente que você adquiriu.

     

    1. VAMOS COLHER!


    Quando as suas plantinhas atingirem entre de 6 e 8 cm, é hora de fazer a colheita. Você pode segurá-las delicadamente pelas folhas e cortá-las com a ajuda de uma tesoura, bem próximo do substrato para melhor aproveitamento. É importante lembrar que os microverdes não irão nascer novamente: você precisará realizar um novo semeio para obter uma nova produção.

    Caso queira produzir baby leafs ou experimentar outras formas de cultivo, confira no nosso canal no Youtube o passo a passo e todos os cuidados para as diferentes técnicas possíveis.

    Que tal começar hoje mesmo a sua produção? Não esqueça de compartilhar a sua experiência usando as hashtags #minhahorta e #microverdes no seu Instagram. 

    Mãos à horta!